sexta-feira, junho 01, 2007

Dia da criança



Faz hoje um ano que o meu avô se foi embora. Curiosamente no dia da criança... como que a dizer que, para si, todos nós, seríamos sempre crianças, protegidas pela sua figura austera e o seu sorriso franco.

Um ano depois fica aqui a memória de tantas aventuras, tantas tropelias, alguns raspanetes e sobretudo de tantas histórias contadas ao sabor do vento. Memórias que ficam para sempre.

Um comentário:

Drine disse...

Sempre...para sempre ficará nas nossas memórias onde se reunem as melhores recordações da vida, seleccionando os melhores momentos.

Sempre...para sempre, um sorriso quando o lembramos, recordas-te quando nos olhava no terraço a brincar? o imenso sorriso de ternura?

Beijos querida :)