sexta-feira, julho 20, 2007

Cultura à sexta



Amanhã às 0 horas (ou hoje às 24 horas) é lançado mundialmente o último livro do Harry Potter, dez anos depois da publicação do primeiro livro, Harry Potter and the Philosopher's Stone.

A saga do menino feiticeiro, que luta contra o mal, personificado naquele cujo nome não deve ser pronunciado, encanta miúdos e graúdos há dez anos e mantém os fãs reféns do destino das personagens principais e, principalmente, o desfecho da clássica luta do bem contra o mal.

Porém, mais do que os livros, todo um império foi construído à volta de Harry Potter e a sua autora é, hoje, a mais rica mulher de Inglaterra (ultrapassando a própria rainha), deixando para trás um passado de pobre professora que não tinha aquecimento em casa, razão pela qual escrevia num café de Edimburgo, local onde nasceu Harry, Ron, Hermione, Dumbledore e todos os outros.

Neste momento são muitas as versões que circulam na net sobre o desfecho do Harry Potter e não sabendo o que é verdade ou mentira, digo apenas o que gostava: gostava que Dumbledore não estivesse de facto morto e que Snape não fosse 'traidor'; gostava que Harry, Ron e Hermione sobrevivessem e vencessem o Lord Voldemort, gostava que Harry se tornasse Headmaster de Hogwarts (depois de Dumbledore morrer, já muito velhinho) e Hermione Professora de D.A.D.A. e já agora que os dois casassem e tivessem muitos filhos todos óptimos feiticeiros (eu sei que é impossível mas sempre achei que os dois fariam um 'match' perfeito!)! E obviamente gostava que o 'mal', pelo menos nesta história, fosse vencido e erradicado e Voldemort, os Malfoys, os Lestrange e todos Death Eaters fossem presos em Azkaban!





_____________________________
Actualização do Post, às 02.20 de dia 21 de Julho: JÁ TENHO O ÚLTIMO HARRY COMIGO!!!!!!!

Um comentário:

Diogo Alvim disse...

Não achaste o final decepcionante?