quarta-feira, dezembro 02, 2009

Domingo, o dia do Senhor

Isto não aconteceu num país fundamentalista. Isto não aconteceu num país radical. Isto aconteceu na Alemanha, em pleno século XXI, por decisão do Tribunal Constitucional. Lá se vai a liberdade de quem quer um dia de descanso e de retiro espiritual e a liberdade de quem não faz questão de tal prerrogativa. Agora, todos são "obrigados" ao descanso e ao retiro espiritual ao Domingo, por ordem do Tribunal Constitucional e a pedido das igrejas Católica e Evangélica.

Viva a Liberdade. Viva a Democracia!

Um comentário:

Diogo em Macau disse...

E, lá está! Parece-me que muito bem andou o TCA... Se as lojas estiverem abertas aos Domingos, os trabalhadores dessas lojas que queiram ter esse dia de folga porque é aquele dia em que toda a gente tem folga e que eles poderiam estar com o resto da família, terão que se despedir.